Internacional Noticias

China afirma aos EUA que preocupações da Rússia sobre a Ucrânia devem ser levadas a sério

Escrito por Daniel Alves

A China afirmou nesta quinta-feira (27) aos Estados Unidos que as preocupações de segurança da Rússia a respeito da crise na Ucrânia devem ser levadas a sério. O alerta foi feito durante uma ligação entre os chefes de diplomacia das duas potências mundiais.

Na conversa, o ministro chinês das Relações Exteriores, Wang Yi, também disse ao secretário de Estado americano, Antony Blinken, que os EUA devem “parar de interferir” nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim e “parar de brincar com fogo” em relação a Taiwan.

A ligação ocorreu a poucos dias da cerimônia de abertura dos Jogos, mas abordou principalmente a crise na Ucrânia, onde a presença de mais de 100 mil tropas russas na fronteira provocam o temor de uma nova invasão.

A Rússia nega ter intenções hostis e justifica a mobilização de seu exército pela preocupação com sua segurança ante a possível expansão da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) sobre a área de influência do país.
Matéria completa na fonte.

Fonte: G1

Sobre o autor

Daniel Alves

Deixe um comentário