Esportes Noticias

CBF culpa relaxo dos clubes com Covid. E não vai parar o futebol

Escrito por Bruno

Mesmo com casos de reinfecção confirmados, como no Palmeiras, a CBF decidiu não vai paralisar de novo os campeonato. ‘Culpa’ é dos clubes

São Paulo, Brasil

Gustavo Scarpa e três funcionários estão com Covid.

Pela segunda vez.

E com carga viral mais forte.

Assim como os sintomas.

Até ontem, eram 55 jogadores da Série A infectados com o coronavírus.

Além dos técnicos Cuca e Jorge Sampaoli.

O Palmeiras era o recordista, com 15 casos.

Nada acontece por acaso.

A palavra é do coordenador médico da CBF, Jorge Pagura.

“Houve um relaxamento no país, no futebol também. Tem times que viajavam de voo fretado e trocaram para o de carreira. Se bobear, vamos pegar a doença”, disse à Folha.

O relaxamento está atingindo esferas inesperadas.

Jorge Sampaoli é acusado de ter ido, com seus auxiliares à uma festa fechada, na segunda-feira passada. Com a desculpa do aniversário do gerente de futebol gerente Gabriel Andreata, 60 pessoas comemoraram também a goleada por 4 a 0 diante do Flamengo.

O Atlético Mineiro, que ficou por meses, apenas com um caso, viu o foco da doença se dissiminar, com 24 casos.

Lisca Doido no meio de dezenas de torcedores do América. Festa, sem máscara

Lisca Doido no meio de dezenas de torcedores do América. Festa, sem máscara

Reprodução/Twitter

O time, desfigurado pelos desfalques, perdeu ontem, em pleno Mineirão, partida importantíssima para o Athetico, por 2 a 0. E deixou escapar três pontos fundamentais no seu sonho para voltar a ser campeão do Brasil, depois de 49 anos.

A CBF não planeja voltar a paralisar o futebol.

A diretoria segue a postura de Pagura.

Se eles voltarem a seguir o protocolo, que marcou a volta dos campeonatos no Brasil, os casos desaparecerão.

Há casos assustadores.

Mesmo movidos pela emoção, não poderiam acontecer.

Como a comemoração de Fernando Diniz e Lisca Doido com os torcedores.

Os técnicos foram muito cobrados, pressionados.

Confirmação no Palmeiras. Scarpa está, outra vez, com Covid. Sintomas mais fortes

Confirmação no Palmeiras. Scarpa está, outra vez, com Covid. Sintomas mais fortes

Cesar Greco/Palmeiras

E ontem extravassaram.

Fizeram questão de abraçar vários torcedores do São Paulo e do América Mineiro.

Todos sem máscaras.

Depois de festejar as vitórias contra o Flamengo e Internacional, voltaram aos vestiários, onde estavam seus jogadores.

Analisando com frieza, os dois se expuseram e expuseram seus atletas à Covid.

Tem sido assim com baladas de Ramires e de Arboleda.

Com os voos comerciais dos clubes de futebol.

O mundo vive uma segunda onda da pandemia.

Mas o futebol, principalmente o brasileiro, faz de conta que não faz parte da realidade.

Este é Ramires, volante do Palmeiras, na balada, sem máscara. Na semana passada

Este é Ramires, volante do Palmeiras, na balada, sem máscara. Na semana passada

Reprodução/Twitter

Mas faz.

O número de infectados só aumenta.

O Brasil já contabiliza 5.947.464 de casos confirmados.

E, infelizmente, 167.526 brasileiros perderam a vida.

A Covid segue.

E a alienação, o relaxamento é o pior caminho.

Ainda mais com o perigo das reinfecções.

Ou seja, quem teve a doença pode ter novamente.

Com sintomas mais fortes.

A hora é de total prevenção…

Sobre o autor

Bruno

Deixe um comentário